O que funciona em termos de policiamento democrático

Cada vez mais, o tema da segurança pública tem atraído a de especialistas e do público em geral.

Um dos problemas mais importantes dentro das politicas públicas de segurança é o papel desempenhado pelas políciaas. As policiais representam a parte mais visível, importante e problemática das políticas de segurança.

Como podemos constatar através das diferentes análises e dados disponíveis no presente site, um dos problemas da policia tem a ver com seu tamanho e gigantismo. É de fato uma organização complexa e suas dinâmicas internas não são tão visívies quanto suas explicitamente voltadas para a segurança pública.

Todos sabemos que as organizações complexas demandam muito trabalho de gestão e as politicas desenvolvidas dentro dessas organizações não são facilmente implantadas, mesmo porque nosso modelo de politica pública continua baseado no princípio top-down e inside-out. Todas as tomadas de decisão ocorrem na parte superior da estrutura e da hierarquia e de dentro para fora.

Assim, não obstante o clamor constante por maior transparência, accountanbility e participação popular nas decisões e definições de prioridades, as instituições policiais permanecem relativamente fechadas às dinâmicas externas.

Mas o tema do policiamento no contexto democrático tem produzido novas dinâmicas no interior das organizações policiais, obrigando policiais, dirigentes, staff e sociedade civil a caminhar em novas direções em termos de politicas policiais.

Essa tendência ainda é recente e pode, sempre que a pressão popular por segurança e a privatização dos serviços de vigilância assumem proporções maiores, regredir para o modelo tradicional do law and order em que a medida da eficiência policial não é a ampliação da segurança mas o aumento das taxas de prisões em flagrante.

Por essa razão, as experiências internacionais em policia (divulgadas amplamente pela bibliografia especializada) são um alento em termos de uma ampliação de nossa capacidade de reflexão e de intervenção na conjuntura atual em que há uma crescente sensação de corrosão das instituições da esfera pública, que corre paralela à ampliação dos espaços das instituições que pretendem defender a ordem pública, nem que essa defesa emerja num contexto de aumento de violações de direitos e da ineficiência policial.

Veja abaixo artigos e relatórios importantes para um referencial de policiamento democrático, produzidos por alguns especialistas internacionais mais renomados na matéria:


AnexoTamanho
Democratizing Police Abroad, David Bayley738.31 KB
The New Structure of Policing, David Bayley e Clifford Shearing375.5 KB
Measuring What Matters, org Robert Langworth359 KB