O homicídio nos municípios brasileiros: um retrato da geografia do crime e sua relação com os indicadores sociais.

Por Giane Boselli - Mestre em Ciências Sociais e Analista de Pesquisas da Área de Estudos Técnicos da confederação Nacional de Municípios - CNM. Este estudo foi realizado para a CNM em dezembro de 2008.

Resumo

 

Esse estudo visa compreender a distribuição da violência no Brasil, se baseando na quantidade de homicídios cometidos em cada município do país. Buscamos aqui observar de forma detalhada as regiões, estados e municípios com incidência mais e menos crítica de violência. O Brasil possui localidades críticas de incidência de mortes violentas que, geralmente, estão mais presentes em municípios imersos em determinados contextos como: proximidade a fronteiras internacionais; litorâneos de médio e grande porte; grande população e alto PIB; regiões de conflitos agrários; e zonas com forte sistema de istolagem. As taxas médias de homicídios utilizadas neste estudo também foram comparadas com diversos indicadores sociais, como forma de se tentar encontrar uma correlação entre violência e precariedade social. Tal análise mostrou que a violência tem relação direta com a falta de escolas, hospitais públicos e concentração de renda. Por fim, também foi feita uma breve explanação sobre o problema na administração do aparato de segurança pública no Brasil, com exemplos de gestões municipais bem sucedidas neste campo de atuação.

AnexoTamanho
Estudo Homicídios nos Municípios Brasileiros.pdf116.26 KB