Governo inicia obras de complexo habitacional do centro de SP

A obra terá o objetivo de revitalizar a região com o fluxo de moradores dos oito blocos e dos clientes dos comércios instalados no Complexo Júlio Prestes.

Fonte: Agência Brasil, 23 Jan 17

Começaram hoje (23) as obras do Complexo Júlio Prestes, localizado na região central da capital paulista. Com 1.202 apartamentos, creche e lojas ao lado da Sala São Paulo, o complexo abrigará ainda a nova sede da Escola de Música Tom Jobim.

A obra terá o objetivo de revitalizar a região com o fluxo de moradores dos oito blocos e dos clientes dos comércios instalados no local. 

O projeto será viabilizado por meio da Parceria Público Privada da Habitação do Centro (PPP da Habitação do Centro). A conclusão das obras está prevista para 36 meses. 

No total, além do Complexo Júlio Prestes, a PPP do Centro da Capital prevê a construção de 3.683 moradias, das quais 2.260 são de habitação de interesse social e 1.423 são de habitação de mercado popular.

Os investimentos da iniciativa privada serão de R$ 919 milhões e a participação do estado será de R$ 465 milhões divididos ao longo de 20 anos. A contrapartida máxima anual é de R$ 83 milhões.

“Esse é um grande programa habitacional, queremos trazer de volta as pessoas para morar no centro e aproximar do trabalho. O prazo de entrega é de 36 meses, mas pretendemos entregar as primeiras unidades com 18 meses. É um projeto urbanístico e arquitetônico muito bonito para revitalizar e trazer as pessoas para morar novamente no centro”, disse o governador do estado de São Paulo Geraldo Alckmin.

Quando questionado sobre a proximidade do residencial à área chamada de Cracolândia, onde há uma grande concentração de traficantes e usuários de droga, Alckmin destacou que é preciso confiar nos programas atuais de recuperação do estado e da prefeitura, o Recomeço e o Redenção.

“É preciso procurar as pessoas, dar a mão, ajudar, oferecer o atendimento. Até a concessionária pode contratar as pessoas que puderem, os ex-dependentes, moradores em situação de rua e vamos trabalhando. De um lado é combater o tráfico e de outro ajudar quem precisa. Aqui vai resolver, eu tenho certeza. O caminho para revitalizar o centro é trazer as pessoas de volta para morarem”. 

Para ler a matéria na Íntegra, acesse: http://exame.abril.com.br/brasil/governo-inicia-obras-de-complexo-habitacional-do-centro-de-sp/