Boas Práticas em Direitos Humanos

Toda boa prática em segurança pública deve contemplar quesitos básicos de Direitos Humanos.

É possível mesmo afirmar que não há como definir uma boa prática sem que esta esteja vinculada diretamente ao respeito, proteção e expansão dos Direitos Humanos.

É preciso assim criticar toda e qualquer postua que coloca os Direitos Humanos em contraposição à Segurança Pública.

Uma politica de segurança pública deve ser avaliada não apenas pela sua capacidade em promover e ampliar a sensação de segurança em determinado grupo social como também deve contribuir para o aprimoramento dos Direitos Humanos e para o respeito aos Direitos Humanos daqueles que são considerados objeto privilegiado das politicas públicas.

Nesse sentido, programas, planos, metas, quesitos, práticas e ações que visem a integração entre direitos e segurança, entre liberdades e justiça receberão especial atenção do presente site.